Uma abordagem participativa para a gestão escolar

terça-feira, 8 de março de 2011

Como este blog não é de conteúdo especifico, eu posto aqui tudo que eu acho relevante e que vai ser útil a alguém, está ai uma pequena abordagem sobre a participativa para a gestão escolar.

A institucionalização da democracia, associada ao aprimoramento da eficiência e da qualidade da educação pública tem sido de grande relevância para o desenvolvimento do processo de mudanças na forma de gerir escolas no Brasil. O movimento em favor da descentralização e da democratização da gestão das escolas públicas, iniciado no principio da década de 1980, tem encontrado apoio nos processos baseia-se em três vertentes.

a) Participação da comunidade escolar na seleção dos gestores da escola.
b) Criação de um colegiado, conselho escolar.
c) Repasse de recursos financeiros. Tendo como objetivo a eficácia escolar, isto é com a aprendizagem significativa de seus alunos de modo que conheçam o seu mundo e tenham mecanismos para enfrentar as aspirações e desafios da vida.

Contudo, para que este processo democrático aconteça é necessário não só a participação da comunidade social mais dos gestores, diretores, supervisores..., e de outros funcionários da instituição escolar com o objetivo do bem estar do aluno e a melhoria efetiva dos recursos educacionais. No entanto, é importante destacar a necessidade de um individuo que tenha conhecimento especifico para estar a frente deste processo de gestão democrática.

Sentido Pleno da participação
É a consciência do individuo de sua obrigação do poder de participação que tem diante do que é proposto pela organização social a qual faz parte. No entanto, a falta de consciência dessa participação proporciona resultados negativos para a organização social e para as próprias pessoas que constituem esse ambiente. Sendo assim, as dificuldades ainda persistem devido à cultura enraizada de centralização na organização escolar, e não será mudada por simples vontade de gestores ou por exportação dos mesmos para que professores funcionários e comunidade local exerçam esta participação. É importante ter em mente que uma cultura não é mudada apenas por desejo, para isso é necessário o alargamento da consciência e da competência técnica para tanto. Portanto, os gestores responsáveis devem criar um ambiente propício para que os mesmos possam expor suas idéias.
Como nos relata (LUCK, 1996).

 Criar uma visão de conjunto associada a uma ação de cooperação.
 Promover um clima de confiança.
 Desenvolver a pratica de assumir responsabilidade em conjunto...

Os gestores têm que observar que não é possível solucionar todos os problemas e questões educativas. É preciso que os gestores busquem conhecimento especifico e a experiência de seus companheiros de trabalho e comunidade local para a resolução de possíveis problemas que possam ocorrer.

Características da Gestão Participativa:
 Compartilhamento de autoridade e de poder.
 Responsabilidades assumidas em conjunto.
 Valorização e mobilização da sinergia da equipe.
 Canalização de talentos e iniciativas em todos os seguimentos da organização.
 Compartilhamento constante e aberto de informações.
 Comunicação aberta e ampla disseminação de informações.

0 comentários:

Siga no Twitter

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.